terça-feira, 7 de julho de 2009

Não perca o foco

Ultimamente tenho enfrentando diversos problemas pessoais os quais estão tomando uma grande quantidade de energia. Porém, esses problemas, na verdade, são percalços de uma caminhada para um grande objetivo. Recebi a seguinte parábola que tem tudo a ver com o que estou vivendo hoje:

Era uma vez um cocheiro que dirigia uma carroça cheia de abóboras.

A cada solavanco da carroça, ele olhava para trás e via que as abóboras estavam todas desarrumadas.

Então ele parava, descia e colocava-as novamente no lugar.

Mal reiniciava sua viagem, lá vinha outro solavanco e... tudo se desarrumava de novo.

Ele começou a ficar desanimado e pensou:

"Jamais vou conseguir terminar minha viagem! É impossível dirigir nesta estrada de terra, conservando as abóboras arrumadas!".

Quando estava assim pensando, passou à sua frente outra carroça cheia de abóboras, e ele observou que o cocheiro seguia em frente e nem olhava para trás: as abóboras que estavam desarrumadas organizavam-se sozinhas no próximo solavanco.

Foi quando ele compreendeu que, se colocasse a carroça em movimento na direção do local onde queria chegar, os próprios solavancos da carroça fariam com que as abóboras se acomodassem em seus devidos lugares.

Assim, se o cocheiro parar a cada instante para arrumar as abóboras, é bem provável que não chegue ao seu destino final ou chegue tarde demais.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Dica: Alterando a senha do usuário root do MySQL no Ubuntu

Esta dica descreve os passos para alterar a senha do usuário root do MySQL no Ubuntu.
  1. Pare o serviço do MySQL:
    sudo /etc/initi.d/mysql stop
  2. Inicie o MySQL sem as tabelas de permissões:
    sudo mysqld_safe --skip-grant-tables &
  3. Conecte-se ao MySQL com o usuário root:
    mysql -u root
  4. Selecione o banco de dados mysql:
    use mysql;
  5. Execute os seguintes comandos para alterar a senha do usuário root:
    update user set password = password('senha');
    flush privileges;
  6. Saia do MySQL:
    exit;
  7. Encerre o serviço do MySQL:
    sudo killall mysqld_safe
  8. Por fim, inicie o serviço do MySQL normalmente:
    /etc/init.d/mysql start

quarta-feira, 8 de abril de 2009